Ricardo Ferreira em entrevista ao Jornal YES Lousada

Diapositivo26.JPG
Ricardo Ferreira

Ricardo Ferreira

1 – Como surgiu a oportunidade de colaborar com a Rádio Lousada?

1- Tudo começou através de um convite feito por alguns dos elementos fundadores da Rádio Lousada. A minha paixão pela música, fez com que, desde logo, tivesse dito que sim ao desafio que me foi feito.

2 – Conte-nos um pouco da sua experiência na Rádio Lousada

2- Durante quase dois anos de colaboração, com muitas horas passadas nos respectivos estúdios, restam no livro de memória os dois programas da minha autoria. Primeiro o “5 QUINAS”, programa de divulgação da música moderna portuguesa, o denominado rock português, aos sábados, das 18 às 20 horas, e o “FALSO ALARME”, programa que encerrava as emissões de segunda a quinta-feira, das 23 às 24 horas, com música a rigor para uma boa noite de sono.

3 – Qual a sua opinião em relação a estes 25 anos sem uma rádio local no concelho de Lousada?

3- Embora a rádio Vizela se intitule a onda de Lousada, não é a mesma coisa, porque uma rádio local para o concelho de Lousada terá sempre que ser feita por lousadenses e para todos os lousadenses, o que me faz lançar o repto a todas as forças vivas do concelho de Lousada que nunca é tarde de mais para tentar reaver o que é de Lousada.

4 – A Rádio Vizela é uma rádio local, sendo a sua área de cobertura o concelho de Lousada. Sente que a mesma tem cumprido o fim a que se destina?

4- Nestes cerca de 25 anos, a opinião é unânime, no sentido que a rádio Vizela só chega a duas ou três freguesias de Lousada, que são aquelas que se situam próximas do limite dos dois concelhos. Assim, no que diz respeito à sede do nosso concelho, e estou a falar das freguesias de Silvares e Cristelos, nem sinal da rádio Vizela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *